domingo, 27 de dezembro de 2009

Igreja ou igrejinha = panelinha ?

Jesus pregou a igualdade de todos, pois Ele não faz acepção de pessoas, sua palavra é de vida , de cura da mente e do corpo. Eu li e concordo, igreja não é uma comunidade fechada, igreja somos nós, porém hoje, ela tem inúmeros significados , que estão longe do que realmente significa. Igreja é comunhão, encontro com Deus ,com a vida. Li que a igreja tem que ser como uma pequena semente, que se torna uma grande e generosa árvore que a todos acolhe; casa do pai para os filhos pródigos e também para os irmãos mais velhos para que se alegrem com a graça do perdão; e um ambiente espiritual aonde possa se consertar. Onde todos são irmãos e ninguém é juiz do outro, onde se ajudam e não se esmagam. Em João 15 tradução na linguagem de hoje. Jesus disse: Eu sou a videira verdadeira e meu pai é o lavrador. Todos os ramos que não dão uvas ele corta, embora eles estejam em mim. Mas os ramos que dão uvas ele poda a fim de que fiquem limpos e dêem mais uvas ainda. Nós como ramos da videira que é Jesus, temos que ser podados , limpos, pois se um dos significados de uva é alegria, não é o fruto da alegria que temos que produzir e repartir? Que o Espirito Santo nos ajude a sermos igreja de verdade , sem partidarismos, sem politicagem. Filip 2;3 Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo. Que sejamos Somente corpo de Cristo bem ajustado, ligados e unidos em amor, sendo tão somente o que o Pai deseja que sejamos,procurando focar no unico que é perfeito ,Jesus. Poristo este artigo não é uma descrição de condenação ao que chamamos de igreja, apenas um desejo de ser e ver a igreja verdadeira de Cristo. Portanto mesmo diante de graves erros, que por vezes nós mesmos os cometemos,não abandonem suas igrejas, enfrentem as dificuldades com esperança. Igrejas não são lanchonetes em que podemos escolher e pegarmos o que mais gostamos. Na verdade acredito que estamos aonde Deus quer que estejamos e a melhor decisão não é a fuga , mas sim resistir perseverando, mesmo em meio a conflitos = a luta, combate, desavenças, discórdias. Pois Deus pode nos colocar em lugares dificeis para nos refinar e fortalecer.
Salmo 92:13 " plantados na casa do Senhor florescerão na casa do nosso Deus

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Recebendo a graça

Há uma forte crença em nossa cultura de que você não pode receber nada de graça.É por isso que é tão dificil aceitarmos a verdade da bondade de Deus, que não merecemos. No fundo de nosso ser, somos tentados a crer que precisamos fazer algo para mantermos um relacionamento com Deus.
A mensagem da graça causa um impacto, não somente em seu relacionamento com Deus, como também em outras pessoas. Quando você tem a íntima certeza de que nada pode ser feito para merecer o favor de Deus, e que Ele oferece, de graça; amor e bondade, você é livre para levar a graça aos outros.
Passa também a entender que as diferenças exteriores, tais como sexo , raça e classe social não são qualidades próprias para determinar o relacionamento entre as pessoas.
Você pode viver na liberdade de saber que somos todos pecadores redimidos para amarmos e servirmos a Cristo e uns aos outros. Devemos usar a liberdade que Deus nos dá, não; para satisfação dos próprios desejos, mas para servirmos uns aos outros em amor.(Fonte:Biblia da mulher). Que neste final de ano você tão somente viva como um agraciado repartindo a graça de Deus com outros.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Natal Informático

Este post foi extraido do blog Amigos de Cristo, do meu irmão Roberto Falbo. Visitem seu blog http://amigodcristo.blogspot.com/



Dê um CLIQUE DUPLO neste NATAL!

ARRASTE JESUS para seu

DIRETÓRIO PRINCIPAL.

SALVE-O em todos SEUS

ARQUIVOS PESSOAIS.

SELECIONE-O como seu DOCUMENTO MESTRE.



Que Ele seja seu MODELO

para FORMATAR sua vida:

JUSTIFIQUE-a e ALINHE-a

À DIREITA e À ESQUERDA,

sem QUEBRAS na sua caminhada.



Que Jesus não seja apenas

um ÍCONE, um ACESSÓRIO,

uma FERRAMENTA, um RODAPÉ,

mas o CABEÇALHO, a LETRA

CAPITULAR, a BARRA DE ROLAGEM

de seu caminhar.



Que Ele seja a FONTE da graça

para sua ÁREA DE TRABALHO,

o PAINTBRUSH para COLORIR seu

sorriso, a CONFIGURAÇÃO de sua

simpatia, a NOVA JANELA para

VISUALIZAR o TAMANHO de seu amor,

o PAINEL DE CONTROLE,

para CANCELAR seus RECUOS

COMPARTILHAR seus RECURSOS e

ACESSAR o coração de suas amizades..



COPIE tudo que é bom

DELETE seus ERROS.

Não deixe à MARGEM ninguém,

ABRA as BORDAS de seu coração,

REMOVA dele o VÍRUS do egoísmo.



Antes de FECHAR,

Coloque JESUS nos seus FAVORITOS

e seu Natal será o ATALHO de sua

felicidade! CLIQUE agora em OK

para ATUALIZAR seus CONTEÚDOS!



( Autor:Geraldo Cabada Castro).

OBS: Você pode também gostar das postagens abaixo...

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

PASTORAGENTE COMO A GENTE

ESTA POSTAGEM FOI EXTRAIDA DO BLOG DE UMA PASTORA QUE SÓ CONHEÇO VIRTUALMENTE, PORÉM TENHO APRENDIDO A CADA DIA A AMAR. E COM A AUTORIZAÇÃO DA MESMA POSTO ESTE ARTIGO QUE MUITO ME ABENÇOOU, PASTORAGENTE , OBRIGADA POR EXISTIR E POR SE PERMITIR SER BOCA DE DEUS.VISITEM SEU BLOG: http://pastoragente.blogspot.com/

As garotas do púlpito.
Tenho um inconveniente grito de alma que nunca sabia a hora certa de calar a boca, mas busquei na escrita uma expressão, um espaço, um escape, um jeito, uma forma de bem estar, já que, pra mim, escrever tem efeito terapêutico...
Mantive esse Blog às ocultas por 1 ano, escrevendo de mim para mim...coisas do surto que tive em 2006/2007. Nessa época encontrei uma comunidade orkutiana PARA ESPOSAS DE PASTORES E PASTORAS (ou algo desse gênero).
Especialmente naquele dia eu me sentia "O" lixo pastoral, a porcaria das porcarias, precisando mais que tudo encontrar uma pessoa que me entendesse, nem que este ser estivesse nas Ilhas Galápagos.
Me enchi de esperança e comecei a ler, na expectativa de achar apoio e compreensão para as angústias que consumiam minha saúde emocional e física a cada instante.
Meo Deos, que decepcionante!
Era frustrante concluir a cada fórum que o lixo era eu mesmo, que eu não era boa o bastante para estar entre pessoas tão espiritualizadas e perfeitinhas!
Foi péssimo pra mim.
Tentei participar, perguntar, abrir meu coração sobre as muitas crises que estava sofrendo, mas à medida que lia as opiniões e respostas das garotas do púlpito, me sentia pior.
Tudo tão esquisitamente certinho, porcelanizado, bonito...a moderadora da comunidade só valorizava os posts das Rainhas do Jargão que defendiam implicitamente a tese:
UM TAPINHA NÃO DÓI, UM TAPINHA NÃO DÓI...
Senti raiva! Raiva de mim por não conseguir acompanhar nem de perto a postura daquelas figuras estóicas.
Me sentindo a escória da pastorada pensei em 2 possibilidades:

1-Ou eu era um desastre ambulante, uma negação, a antítese do chamado pastoral

OU

2-Aquelas mulheres estavam formatadas na listinha que dita as regrinhas de como ser uma mulher de Deus, onde é "muito importante":

*falar baixo*
*saber tocar piano*
*cuidar do departamento infantil*
*permanecer com cara de samambaia de plástico 24 horas*


Procurei apoio, mas encontrei receitas de bolo.
Procurei misericórdia, mas encontrei repostas ensaiadas.
Quis ouvir uma palavra, e me senti culpada.
Busquei alívio, porém me senti mais miserável ainda.
Minha alma sofria, gritava e berrava para aquelas mulheres:
ALGUÉM PELAMORDEDEUS, ME DIGA:
-EXERCER O MINISTÉRIO É ASSIM MESMO?
-A CAMINHADA PASTORAL É SOLITÁRIA PARA VOCÊS TAMBÉM?
-EU IA SENTIR A LÂMINA DO PUNHAL NAS MINHAS COSTAS UM DIA?
-COMO FOI A PRIMEIRA VEZ QUE SE SENTIRAM EM DÚVIDA?
-ESTOU PECANDO AO PENSAR EM DESISTIR?
-VOCÊS NÃO CHORAM NUNCA?
Mas ouvia nas entrelinhas:
"pssssssss.......s-i-l-ê-n-c-i-o......essas não são perguntas adequadas para uma boa esposa de Pastor."
Sabe de uma coisa?
Às favas com as perguntas adequadas, com o protótipo que todo mundo idealizou como modelo perfeito...às favas!!!
Eu só queria me sentir viva, me permitir ser gente, dizer "não quero" e nem por isso me achar um embuste.
Só queria poder dizer: "Não tenho resposta pra tudo!" , sem ser considerada menos espiritual.
Só desejava que me vissem como pessoa normal, cujas reações nem sempre tão britânicas, não me qualificavam uma sumidade em indignidade.
"QUERIA APENAS QUE O MINISTÉRIO PASTORAL
NÃO FOSSE PARA MIM UMA PEDRA DE TROPEÇO, MAS UMA ALEGRIA"
Todo esse processo me custou:

**quase 1 ano de terapia (nem ligo se vc concorda ou não, mas glória a Deus pela psicóloga que cuidou de mim)
**Uma looooonga reprogramação (que aliás, continua)
**Uma mudança profunda no comportamento e até na personalidade

Hoje estou bem melhor, mais equilibrada, menos mitificada para mim mesma, usando óculos à prova de mentiras teatrais a respeito do ministério pastoral.
Ainda me sinto meio culpada, pois a droga chamada perfeccionismo é invasiva demais, e o espectro de ação do antídoto é amplo, porém de ação gradativa.
Todo dia meu Médico reajusta minhas doses de Graçamicina, remédio do qual me tornei totalmente dependente.
Hoje eu tenho certezas das quais nenhuma "coleguinha de ministério" me demove mais.
Hoje eu tenho desencantos que foram benéficos para minha sobrevivência.
Última coisa:
Vai um apelo escancarado,
sem a intenção de generalizar,
mas que sirva pra quem servir:
Queridas mulheres do ministério, sejam Pastoras, esposas de Pastor ou afins, caiam das nuvens que gravitam em torno do seu título...se joguem dessas nuvens se for preciso.
Conheci muitas mulheres orgulhosas, requerendo honra, mas esquecendo que são apenas servas.
Vi outras vivendo sob o disfarce da resignação, levantando a bandeira "sou uma feliz esposa de Pastor!", talvez para disfarçar sentimentos de solidão, fracasso, desânimo, impotência, dúvidas...
Muitas estão adoentadas na alma, por acharem que precisam sustentar um modelo exterior à la Lady Di, mas lutam no íntimo como qualquer ser humano.
Eu fui cada uma dessas mulheres e hoje não sou nenhuma delas, sou só eu mesma.
Antes de rejeitar o que leu, se olhe no espelho e se pergunte:
TENHO SIDO O QUE FAZ O SENHOR E A MIM FELIZES,
OU O QUE TODOS ESPERAM DE MIM ?

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Nada além do sangue

Em hebreus 9:22 diz: Sem derramento de sangue não há remissão, é vida em troca de vida. O sangue de Jesus é o pagamento pelo pecado da humanidade, somos propriedade de Deus pelo sangue de Jesus. O sangue é para nos justificar diante de Deus, o sangue nos torna aceitáveis em sua presença.É maravilhoso pensar que Deus não desistiu de nós, somos sua paixão , isso me emociona, saber que esta é a minha glória , a sua cruz onde seu sangue por mim foi derramado. Meu débito com Deus foi pago estou reconciliada com Deus através do sangue, Glória a Deus!!! não foi mediante coisas corruptiveis que fui comprada, como prata ou ouro, mas pelo preciosos sangue do cordeiro, Aleluia!!! A minha credencial é esta e porisso sou aceita e posso entrar em sua presença. Muitas vezes tentamos nos aproximar de DEus por nossos méritos confiando neles. Não somos aceitos por sermos trabalhadores na obra, porque oramos ou estudamos a palavra ou porque somos fieis a igreja, nada disso nos credencia a entrarmos em sua presença. O único mérito que nos torna aceitáveis é o Sangue de Jesus Cristo. Qualquer obra ou qualquer esforço que venhamos apresentar para alcançar a aceitação de Deus não tem nenhum valor para Ele. Nenhum mérito que eu tenha pode substituir o Sangue, somente o sangue nos capacita a entrarmos em sua presença. Obrigada Jesus Rei dos Reis pelo seu sangue, que me credencia a entrar em tua presença e te adorar, pelo privilégio de ser chamada de filha, por ter me feito especial, não pelos meus méritos mas pelo seu sangue.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Eu não conheço o seu rosto, mas o vejo em todo lugar

Quero falar de alguém que busco todos os dias conhecer. Não posso rotulá-lo, colocar Nele uma etiqueta, ou uma placa dizendo que Ele é assim ou assado. Ou como uma imagem absoluta de um Homem sentado num trono rodeado por uma imensa luz ou coisas deste tipo. Tenho preferido não pensar Nele assim,especialmente nestes últimos dias tenho refletido muito sobre Ele. E tenho gostado muito de pensar Nele somente como meu paizão, no aumentativo porque a forma que Ele tem se apresentado pra mim nestes dias é assim. Meu paizão, amigão, um Pai muito divertido que me faz rir, mesmo quando estou chorando, dá pra entender? não?. Estou descobrindo que sou livre,kkkkkkkkkkk. Não estou falando " liberdade" da religiosidade, desculpa se estou parecendo meio louca , não sou herege, rsrs. Creio no Deus criador , no grande El Shaday o todo suficiente Deus, creio em sua palavra e sei que não há outro Deus além dele. Porém até mesmo esta frase que acabei de escrever me trás sentimento de distancia. Caramba! Ele é o meu Pai e não é distante, não está separado de mim, não há um espaço entre nós. Eu posso ouvir ele chamando filha e eu posso responder: Fala Pai. Eita gente! Ele é real, posso ouvir um som e dançar com Ele, posso estar sentada no chão batendo aquele papo, gesticulando e dizendo pra ele qualquer coisa como por ex: Pai tu és demais, ou estou muito aborrecida e até mesmo com raiva ,ou então dizer: vamos levantar, quero dançar, coisas deste tipo. Entendam , não quero formalidades pra falar com Ele, sabe aquela formalidade que temos na igreja? Tão bom se acabasse. Vamos imaginar se a igreja não tivesse pulpitos, apenas um espaço com ou sem cadeiras , onde pudessemos sentar em roda na cadeira ou no chão. Enquanto sentados pararmos e apenas convesarmos com Ele. Perguntando o que Ele quer que cantemos pra Ele, se Ele quer que oremos por alguém ou lugar em especial ou se Ele quer que somente ouçamos o que Ele tem pra falar. Neste meio tempo, podemos pegar a biblia para ouvi-lo, ou deixar que algum irmão compartilhe algo da parte do Pai. Podemos também tocar os instrumentos e louvarmos , dançarmos, adorarmos coisas simples para um Deus que é simples, pois na verdade a igreja somos nós, não é mesmo? Pode parecer meio primitivo pra alguns, mas pra mim é estar livre sem obrigações, sem rituais.Enfim, Meu pai terreno mora ao meu lado sei que ele está ali, posso falar com ele a qualquer momento e não preciso bater na porta dele pra entrar. Se estiver fechada eu grito, pai!!! abre!!! Quero falar com vc, verdade ;intimidade é assim, rsrsrs. Então ele vem abre e pronto; digo o que preciso sem necessidade de me ajoelhar ou buscar palavras bonitas pra dizer o que quero. Não estou dizendo que ajoelharmos diante do Pai celestial é errado,pelo contrário é um privilégio, mas não é uma regra, assim como orar de olhos fechados também não é. Estes dias ele esteve aqui em casa, estava saindo para ir a igreja e falou: filha antes de eu sair quero que ore por mim, vou estar ministrando a palavra hoje. Orei e depois perguntei vai ministrar o que? Ele disse: Libertação, então sorri e disse: Tudo que preciso. Gente Precisamos mesmo sermos libertos do tradicionalismo, religiosidade que nos coloca regras para estarmos com o nosso pai. A biblia diz: E porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espirito de seu filho, que clama: Aba, Pai. Assim já não é mais servo= escravo, mais filho; e se filho também herdeiro de Deus por Cristo Gálatas 4v.6.7. Estai pois firmes na liberdade com que Cristo nos libertou,e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão ,Gálatas 5.1 . Enquanto estava escrevendo esta postagem, começou a ventar. Minha filha estava no quarto acima estudando com as janelas fechadas, eu sabia que estava quente. Então disse pra minha filha : Abra a janela do quarto pra deixar o vento entrar. Esta frase soou diferente aos meus ouvidos , senti que o Pai estava querendo falar algo. DEscrevo esta frase assim: Abra-se, para que a sua atmosfera interior seja renovada, não fique sufocado pelo calor da tradição, daqueles atos (religiosos) que temos com relação ao nosso Pai , quando que de geração em geração nos foi passado um conhecimento de Deus tão conservador.Exponha-se a um novo ar para uma atmosfera de intimidade, de liberdade.Que a temperatura do nosso relacionamento com Deus seja agradável para Ele e para nós. Saiamos de qualquer recinto coberto, fechado e corramos ao ar livre sentido o vento agradável da liberdade que temos com nosso Pai.
video